TAO PILATES
 Bom dia,  
Seja bem vindo a TAO PILATES.

Newsletter TAOPILATES






25/05/2016
A Gerontologia e a Educação Física





Marco Lopes separou um conteúdo exclusivo para você entender tudo sobre a Gerontologia

O processo de envelhecimento tem despertado interesse de várias áreas do conhecimento e, paralelamente, o mundo vê a perspectiva de vida da população mundial aumentar exponencialmente nas últimas décadas. Muitos desses ganhos se devem ao aumento do cuidado através da medicina, do autocuidado e também do acesso à informação.

O economista e gerontólogo da PUC Jorge Félix citou, em seu artigo chamado “Todos seremos gerontólogos”, um levantamento da ONU (Organização da Nações Unidas) que classificou o envelhecimento populacional como umas das cinco megatendências mundiais de negócios. Jorge Félix explica que “o envelhecimento vai cruzar o seu caminho quer você queira ou não”.

Transcrevo aqui um parágrafo desse artigo: “Muita gente ainda desconhece o mercado para gerontólogos e alimenta o senso comum – com grande dose de preconceito ou ignorância – de que este profissional “vai cuidar de velhinhos”. Nada mais descolado da realidade de grandes empresas no mundo. Nada mais equivocado em relação ao segmento do cuidado. Em 2018, a indústria do cuidado nos Estados Unidos movimentará 144 bilhões de dólares, com um crescimento de 20% em relação a 2011”. Agora você deve estar se perguntando: o que eu tenho a ver com isso? Tudo!!

A educação física faz parte da indústria do cuidado, mas para que possamos entender melhor porque a Gerontologia pode nos ajudar, vou começar definindo o conceito: Gerontologia é a ciência que estuda o processo de envelhecimento humano de modo a atender às necessidades físicas, emocionais e sociais do idoso. Eu não estou dizendo que você precisa fazer uma especialização, e sim que precisamos entender o envelhecimento em todos os aspectos, não somente os musculares ou fisiológicos. E para que isso aconteça, a atenção no atendimento ao cliente idoso precisa começar desde o aperto de mão e terminar no até logo.

O resultado, muitas vezes, não se expressa em ganhos de massa muscular ou anilhas, mas sim em mais mobilidade, funcionalidade e menos dor. Mas, para que isso aconteça, nossa atenção tem que ser constante e diferenciada. Isso exige um cuidado redobrado e atencioso: às vezes você vai programar algo e não vai conseguir executar, mas pode ter certeza que nesses dias o mínimo executado será de grande ajuda. Não é nenhuma novidade, então, que o envelhecimento populacional está acontecendo: em 2004 essa população era de 9,7%, em 2014 era de 13,7% e chegará a 20% em 2030.

Segundo matéria publicada no jornal A Folha de São Paulo, no dia 28/02/2016 – “Academias para terceira idade se tornam novo nicho de mercado” – o percentual de pessoas maiores de 60 anos que se matriculam nesses serviços passou de 5% no início da década passada para 30% agora, segundo a Acad Brasil (Associação Brasileira de Academia), com base em pesquisa feita em parceria com a PUC-RJ e a PUC-SP em 2010.

Essa população quer e precisa ter um atendimento pensado em suas necessidades, já que a expectativa de vida não para de crescer e os idosos são um mercado consumidor em crescimento desejando que seus anseios e demandas sejam atendidas – e dispostos a pagar por isso. Mas será que nós, profissionais de educação física, estamos pensando em como atender essa população de forma especializada?

Pensamos de forma global quando atendemos esses clientes? Alguns profissionais do mercado já enxergaram essa demanda, estão abrindo academias especializadas nesse segmento e pensando em serviços para esse público. Se você é proprietário de academia ou Personal Trainer, você é um empreendedor e precisa ficar atento no que o mercado está pedindo.

O público idoso é exigente e sabe escolher o melhor serviço. Digo isso com propriedade, pois trabalho com envelhecimento há mais de 20 anos e vivencio isso todos os dias. O nosso grande desafio é ajudar essas pessoas a conseguir não somente uma sobrevida, mas sim qualidade de vida cada vez maior e melhor, para que os anos vividos sejam plenos de significado e dignidade. É pensando nisso que precisamos entender para melhor atender o cliente idoso, com programas específicos, avaliações diferenciadas, além de investigar como é essa pessoa em seu contexto de vida. O idoso que adquirir melhor qualidade de vida, consequentemente, viverá mais tempo em melhores condições de saúde, tornando-se menos vulnerável e mais satisfeito com a vida.

Se você ou sua academia usam a gerontologia como prática de atendimento, posso garantir que você ou sua equipe terão um diferencial enorme no mercado, porque um ambiente de atendimento pensado no idoso será bom para todo mundo, seja para um idoso, uma gestante ou um deficiente físico. Transformar o olhar do seu atendimento e pensar no cuidar. É dessa forma que a gerontologia vai complementar a educação física e fazer de você um profissional qualificado e de referência no mercado! Quer saber mais? Clique aqui e assista aos vídeos que eu preparei para mostrar todo o potencial desse público.

Fonte: Marco Aurélio Lopes.


TAO PILATES INSTITUTO DE MEDICINA DO ESPORTE - TAO CURSOS

DR. JOEL STEINMAN - CRM 6447 - DIRETOR TÉCNICO


CURSOS TAO PILATES BLUMENAU

CURSOS TAO PILATES BRASÍLIA

CURSOS TAO PILATES CHAPECÓ

CURSOS TAO PILATES CURITIBA

CURSOS TAO PILATES FLORIANÓPOLIS

CURSOS TAO PILATES FOZ DO IGUAÇU

CURSOS TAO PILATES JOINVILLE

CURSOS TAO PILATES MARINGÁ

CURSOS TAO PILATES PORTO ALEGRE

CURSOS TAO PILATES SANTOS

CURSOS TAO PILATES SÃO PAULO

CURSOS TAO PILATES VITÓRIA









Todos os direitos reservados TaoPilates @2012