TAO PILATES
 Boa tarde,  
Seja bem vindo a TAO PILATES.

Newsletter TAOPILATES






19/12/2016
Como melhorar a performance e reduzir o risco de lesões





De acordo com o método pose, a postura é o grande segredo para melhorar a performance e diminuir o risco de lesões

Para quem olha de longe, correr parece ser algo simples, mas a verdade é que o movimento vai muito além de apenas colocar um pé na frente do outro. Tão importante quanto força e resistência, é preciso ter uma postura eficiente para melhorar a performance e, ainda, evitar lesões. Mas como aprender a correr de maneira mais eficaz?
Criado em 1977 na União Soviética, o Método Pose é uma técnica de corrida que se baseia na análise das posições do corpo durante o movimento. Segundo seu criador, o treinador olímpico Nicholas S. Romanov, o método visa aprimorar os movimentos do atleta, melhorar a performance e reduzir o impacto da pisada em até 50%, diminuindo, assim, os riscos de lesão.
Assim como na dança, nas artes marciais e na yoga, é preciso aprimorar a técnica para se ter uma melhor eficiência. Naquela época, contudo, os treinadores de corrida acreditavam que o estilo do corredor não podia ser alterado, pois já era natural dele. Contrário a este pensamento, Romanov passou a se dedicar ao estudo do que seria o movimento ideal de corrida, e assim criou o Método Pose, que tem com chave a pisada com o médio pé e o uso da gravidade a favor do atleta.
As 3 etapas da corrida
Segundo o treinador, cada atleta corre de uma maneira, porém, todos passam sempre pelas mesmas três etapas, que ele chama de pose (postura), fall (queda) e pull (puxada).
Para ver um vídeo explicativo, clique aqui
Pose: considerada pelo método a única posição durante a corrida, é representada pelo alinhamento dos ombros, quadris e tornozelo da perna de apoio do corredor, enquanto a outra perna fica recolhida abaixo do quadril, formando uma postura de S.

método pose 1

Fall: o movimento seguinte seria determinado pela inclinação do tronco para a frente e a troca de posição da perna de apoio. Por causa da gravidade, essa mudança de equilíbrio facilita o deslocamento para a frente, gerando um menor esforço e gasto de energia.

método pose 2

Pull: ao se deslocar para a frente, em seguida o atleta puxa rapidamente o pé de apoio para próximo de seu quadril, retornando para a posição inicial.

método pose 3

Este ciclo de movimentos faz com que o impacto seja menor, já que o breve contato com o solo aumenta a cadência das passadas e ainda ajuda a melhorar a performance. O resultado é uma redução do risco de lesões e uma maior eficiência da técnica de corrida.
Matéria publicada pelo Ativo.com


TAO PILATES INSTITUTO DE MEDICINA DO ESPORTE - TAO CURSOS

DR. JOEL STEINMAN - CRM 6447 - DIRETOR TÉCNICO


CURSOS TAO PILATES BLUMENAU

CURSOS TAO PILATES BRASÍLIA

CURSOS TAO PILATES CHAPECÓ

CURSOS TAO PILATES CURITIBA

CURSOS TAO PILATES FLORIANÓPOLIS

CURSOS TAO PILATES FOZ DO IGUAÇU

CURSOS TAO PILATES JOINVILLE

CURSOS TAO PILATES MARINGÁ

CURSOS TAO PILATES PORTO ALEGRE

CURSOS TAO PILATES SANTOS

CURSOS TAO PILATES SÃO PAULO

CURSOS TAO PILATES VITÓRIA









Todos os direitos reservados TaoPilates @2012